SEJA BEM VINDO(A) - COMUNIDADE CATÓLICA DE ALIANÇA SAGRADA FAMÍLIA: LEVANDO JESUS AS FAMÍLIAS PELA AÇÃO DO ESPÍRITO SANTO!

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

FELIZ DIA DOS PAIS



PRECISA-SE DE PAI


Hoje, experimentaremos misto de sentimentos que vivem dentro de nós e se reacenderão dentro e fora dos nossos lares. É o Dia dos Pais, para alguns festivo, para outros, constrangedor e até de dor. A data nos faz recordar o quanto somos humanos, por isso, marcados pelos atos de amor ou desamor, dedicação ou abandono, doação ou indiferença. Remete-nos ao passado como numa viagem cheia de voltas, paradas e continuação até o ponto final, o hoje.

São incontáveis e encantadoras as experiências de amor entre pais e filhos. Admiráveis os gestos de entrega e doação praticados por pais que assumiram a paternidade como missão recebida do seu Criador, Deus. Mas também não são raros os gestos de desamor, abandono e incompreensão de pais que não compreenderam a grandeza da paternidade. Muitos homens não estão preparados para ser pai ou não estão preparados para a vida. Por isso muitos filhos sentem-se órfãos de pais vivos.

Essa crise de paternidade é um dos grandes males que têm atormentado a humanidade há décadas e, sem dúvida, gera crise em todas as esferas da atividade humana.

É imperativo entender que o papel de pai na família foi dado por Deus e, à medida que a sociedade se torna mais ateísta, o papel do pai é entendido como desnecessário. Estudos científicos diversos mostram as consequências disso e revelam a importância de um pai na família. Rapazes criados sem pai são mais suscetíveis a ter problemas com as autoridades. Seja na América, na África ou na Europa. Nos Estados Unidos, o suicídio juvenil, que tem taxa mais elevada num lar sem pai, triplicou desde 1960.

Em toda literatura infantil encontramos que desde a gestação o pai tem papel fundamental no desenvolvimento do filho. Esta referência sempre estará presente, até a vida adulta, entretanto, nos anos iniciais, os valores discursados e praticados têm peso significativo. O pai precisa dispor daquele tempinho para contar história e rolar no chão com a criança. É preciso exercitar tais atitudes para que, efetivamente, este momento seja rico.
Dias atrás, no Rio de Janeiro, o mundo ficou deslumbrado com os gestos do papa – termo que quer dizer ‘pai’ –, Francisco. Ele foi o pai que todos queríamos ter: atencioso, amoroso, dedicado, sensível aos mais fracos, dadivoso com todos. Pai das periferias, dos pobres, dos esquecidos, dos desconhecidos. Um pai atento a tudo que seus filhos vivem. Papa Francisco nos ajudou a enxergar que ser pai significa sentir-se capaz de arcar com a responsabilidade de formar outro homem. É ter vivido de tal modo sua própria vida, enriquecendo-a com tantas virtudes, que os filhos sintam o orgulho de tê-lo como exemplo de vida.

PARABÉNS A TODOS 
OS PAIS



*Artigo elaborado por Ronaldo da Silva é missionário da Comunidade Canção Nova e jornalista.


#somoscasf

Nenhum comentário:

Postar um comentário